Análise do primeiro ano do governo de Trump

Carlo Barbieri

Publicado originalmente na Revista The Boca Raton Tribunte em 16/01/2018 por Carlo Barbieri

Mesmo antes de Donald Trump ser eleito presidente em Novembro de 2016, muitos espectadores, comentaristas de TV e mídia impressa, líderes parlamentares liberais e uma variedade de pessoas nas ruas previam terríveis consequências se o empresário bilionário de Nova Iorque se tornasse o 45º chefe executivo da nação. À medida que começamos 2018, podemos olhar para trás em 2017 com certa presunção e dizer: “Isso não aconteceu”.

A nação está bem melhor hoje do que estava em 19 de janeiro de 2017 – o dia em que a presidência de oito anos de Barack Obama finalizou. Muitas, talvez a maioria, das boas vibrações vieram diretamente de Trump, sua maneira decisiva, sua atitude implacável e a abertura de negociar com amigos e inimigos. Não estamos dizendo que Trump fez tudo certo, nem cumpriu tudo o que prometeu durante a campanha. Entretanto, esse foi apenas o primeiro ano dos quatro anos de mandato – talvez 8 anos. Ele acumulou mais coisas boas em um único ano do que os chefes do executivo fizeram nos seus primeiros 12 meses trabalhando no salão Oval.  Com a recente aprovação da lei da reforma tributária sobre o lucro operacional bruto (Gross Operating Profit – GOP tax), a administração de Trump obteve 81 grandes conquistas em seu primeiro ano, de acordo com dados compilados e divulgados pela Casa Branca.  Na verdade, Trump fez bem o seu papel em muitas das suas promessas de campanha – como cortes significativos de impostos, o aumento na produção de energia e a restauração do respeito pelos Estados Unidos. Ele continua a pedir apoio bipartidário para estabelecer um plano de imigração viável e erguer um muro ao longo da fronteira sul dos Estados Unidos para impedir a imigração ilegal.

Ao longo do caminho, Trump ainda drenou o ânimo no Obamacare (Plano de saúde criado na gestão Obama) ao acabar com a obrigação de todos possuírem seguro saúde ou encarar o que podemos chamar de imposto ou multa, chame como preferir. Essa lista não oficial da Casa Branca de tarefas completadas ajuda a combater a impressão na mídia e entre os democratas do Congresso que além da aprovação da reforma tributária pelo juiz Neil Gorsuch da Suprema Corte, Trump fez praticamente nada no cargo.

Devemos considerar algumas de suas realizações na área da economia e a eliminação de regulamentações trabalhistas. Trump foi responsável pelo seguinte:

  • Passagem da lei de reforma tributária que proveu cortes de 5,5 bilhões de dólares e revogação do seguro de saúde obrigatório previsto no Obamacare.
  • Crescimento do PIB acima de 3%.
  • Criação de 1,7 milhões de novos empregos, reduzindo o desemprego para 4,1%.
  • Elevação da bolsa de valores Dow Jones a picos recordes.
  • Recuperação da confiança econômica (para o nível mais alto atingido em 17 anos).
  • Novas regras para impulsionar estágios.
  • Mudanças para estimular Ciências da Computação nos Programas Educacionais.
  • Priorização de empresas pertencentes a mulheres com cerca de 500 milhões de dólares em empréstimos.

Além disso, Trump também:

  • Assinou uma ordem executiva exigindo que dois regulamentos sejam eliminados por cada nova regulamentação criada. Ele bateu nisso e cortou 16 regras e regulamentos para cada um criado, economizando 8,1 bilhões de dólares.
  • Assinou 15 cortes regulatórios do Congresso.
  • Retirou-se do acordo climático da era Obama, acabando com a ameaça de regulamentos ambientais.
  • Assinou uma ordem executiva diminuindo o tempo para aprovações de projetos de infraestrutura.
  • Eliminou uma regra da época do Obama sobre o curso das águas que afetava injustamente a indústria de carvão.

Na área do comércio justo, Trump também:

  • Cumpriu sua promessa de campanha e se retirou do acordo de livre comércio Trans-Pacífico.
  • Abriu o acordo de livre comércio com a América do Norte (NAFTA) focando melhores negociações para os Estados Unidos.
  • Trabalhou para trazer empresas de volta para os Estados Unidos, e empresas como Toyota, Mazda, Broadcom Limited e Foxconn anunciaram planos de abertura nos EUA.
  • Trabalhou para promover a venda de produtos americanos no exterior.
  • Realizou a aplicação das leis comercias dos EUA, especialmente aquelas que envolvem segurança nacional.
  • Encerrou o acordo de Obama com Cuba.

Você já deve ter notado que a mídia como a NBC, CBS, ABC, MSNBC e CNN nunca mencionaram todas as conquistas de Trump, fazendo parecer como se ele não estivesse fazendo nada. Porém se você pesquisar ou sintonizar no canal de notícias da Fox (Fox News), você poderá ver que ele completou com sucesso mais tarefas do que qualquer outro presidente e em menos tempo.

Na próxima semana vamos discutir alguns outros atos de Trump em áreas como domínio da energia, proteção do país e comunidade, além da ajuda aos veteranos.

Leave a comment