https://www.brasilagro.com.br/conteudo/aproximacao-entre-eua-e-china-e-ruim-para-o-agronegocio-brasileiro.html

De acordo com analista político, o bom relacionamento entre os dois países pode levar a uma queda nos preços agrícolas.

Após Joe Biden assumir a presidência dos Estados Unidos, a expectativa é de que as relações comerciais com a China sejam revisadas. Ainda não se sabe se os americanos buscaram uma maior aproximação com os chineses, ou manterão uma postura mais protecionista, como ocorreu com o ex-presidente americano Donald Trump.

Para o analista político e economista Carlo Barbieri, uma possível aproximação entre americanos e chineses seria ruim para o agronegócio brasileiro. “Na gestão de Trump, a China elevou as tarifas de importação de grãos, o que causou uma valorização desses produtos no mercado internacional. O grande desafio será manter o patamar de preço elevado sem a guerra comercial”, pontua.

Ainda na avaliação do analista político, o presidente americano deve focar nos negócios com a China na área de tecnologia, levando a uma evasão das inovações americanas a nível brasileiro. “Isso pode ter um impacto nas nossas exportações, que em algumas áreas podem ser limitadas”, projeta (Canal Rural, 3/2/21)

Abrir Whatsapp
Precisa de ajuda?
Olá,
Como posso ajudá-lo?