cbarbieri

Matéria publicada na Revista Comex do Brasil por Carlo Barbieri CEO do Grupo Oxford

Em nossa última viagem ao Brasil, palestrando e conversando com amigos e recém conhecidos de diversas atividades e níveis sociais, nos deparamos com uma realidade que poucas vezes encontramos com relação as opiniões dos brasileiros:

Todos querem, ou gostariam de sair do Brasil.

Alguns aspectos chamam a atenção dos porquês:

 

– INSEGURANÇA

– Insegurança pública;

– Insegurança institucional;

– Insegurança quanto ao futuro econômico;

– Insegurança com relação ao futuro de seus filhos e netos.

Há um clima geral de descrença nos três poderes da república.

O Executivo já estava desacreditado há mais de 15 anos. A percepção é de que a quadrilha de sanguessugas, corruptos e incompetentes, instalados na administração pública desde 2003 permanece até hoje.

Concursos “dirigidos” aumentaram a quantidade de funcionários efetivados de marca ideológica e não de competência, e os de carreira, foram asfixiados pelos “novos”. A qualidade dos serviços piorou ainda mais, a meritocracia foi abolida e o desempenho foi desprezado. Nunca antes neste país, o QI (de quem indica) valeu tanto quanto agora.

As empresas publicas se transformaram em instrumentos de captação de recursos para os amigos do poder, com uma corrupção aberta que levou a maioria a sua destruição, inclusive a joia da coroa, Petrobras.

O legislativo, foi inicialmente treinado para servir o executivo e com o mensalão e o mau hábito se tornou uma regra. Agora ninguém aprova nada sem que o “pixuleco” corra as burras dos parlamentares.

O judiciário foi politizado nas suas altas cortes, com indicações políticas e ideológicas, e acabou sucumbindo aos interesses suspeitos de uns e insuspeitos de outros. Pessoas condenadas e sem o menor saber jurídico foram ungidos a corte. Ninguém se dá mais como suspeito mesmo tendo sido advogado do julgado ou padrinho de casamento.

Em decorrência, mesmo que, por primeira vez em 15 anos se tenha candidatos considerados de centro e honestos, com condições de ganhar, a certeza de que estarão nas mãos de um congresso tão ruim ou pior do que o atual, deixam as pessoas de bom senso e de boa-fé, desanimadas.

Com isso há uma verdadeira fuga de cérebros, empreendedores, profissionais e recursos do Brasil, o que tira ainda mais a capacidade de reagir a esta situação.

Um número mostra de forma clara esta situação.

Com a recente imigração para os EUA, hoje, os brasileiros residindo nos EUA já ganham em média, mais do que os americanos!!!

Que prejuízo para o Brasil.

A decisão de que os brasileiros que precisarem ou simplesmente quiserem se tornar também cidadãos americanos devem perder a cidadania brasileira, deve levar este enorme contingente, a perderem a cidadania brasileira, que agradará aos detentores do poder, mas, prejudicará ainda mais ao Brasil.

Os EUA, com 62 tipos diferentes de vistos, sejam eles por competência, investimos ou habilidades especiais, acabam atraindo estes valores brasileiros e seus recursos.

Com a reforma tributária e um PIB de mais de $20 trilhões, os brasileiros estão preferindo enfrentar a concorrência, saindo de sua zona de conforto no Brasil para enfrentar este desafio.

Uma triste realidade, essa unanimidade de percepção com relação ao Brasil

xxxxx

 

xxx

 

ÚLTIMOS ARTIGOS

Social Responsibility

Vamos Falar Português  Uma Fundação que tem ajudado a manter a cultura e a língua brasileira para as crianças filhos de brasileiros que vivem nos EUA. O Grupo Oxford mantém(...)

face linkedin twitter whatsapp

Brazil and Latin America Market Spotlight

Em painel dirigido pelo presidente da Oxford, advogados expõe aspectos tributários e legais de imigração para os EUA. O Presidente da Oxford Carlo Barbieri, foi convidado a ser o(...)

face linkedin twitter whatsapp

Guerra comercial EUA X China cria onda global de internacionalização de empresas

English Version Below Guerra comercial EUA X China cria onda global de internacionalização de empresas – Matéria publicada originalmente no jornal Noticia em Foco MT Pesquisa recente da Organização mundial(...)

face linkedin twitter whatsapp
ArabicChinese (Simplified)Chinese (Traditional)EnglishFrenchGermanItalianPortugueseRussianSpanish