Publicada originalmente em The Boca Raton Tribune – By Carlo Barbieri

O presidente Trump proclamou o mês de novembro de 2017 como Mês Nacional do Empreendedorismo, comemorando o orgulho americano e os mais de dois séculos de inovação do país, trabalho árduo e espírito empreendedor que impulsionou o país.

Os empresários americanos são conhecidos por inventar e vender novos produtos e buscar, com essas inovações, serem mais competitivos no mercado, reduzindo os preços, mantendo e aumentando a qualidade dos itens produzidos.

Os empreendedores criam milhões de empregos aqui e ao redor do mundo, garantindo o acesso ao capital e aos mercados com financiamento e desenvolvimento. Isso também traz uma maneira fácil de exportar nossos produtos para o mundo exterior.

Como o presidente Trump declarou, em parte, na sua proclamação:

Este mês, enfatizamos a importância de criar e manter um ambiente econômico e regulatório que ajude as novas empresas a prosperar e a inspirar gerações de empreendedores para o futuro.

A minha administração continuará o trabalho para eliminar regulamentos desnecessários e onerosos e lutar por um código tributário mais simples e que facilite os encargos de novos negócios e melhore o acesso ao capital. Queremos que os empresários gastem menos tempo lidando com burocracia e mais tempo aumentando seus negócios.

O sonho americano deve estar ao alcance de todos aqueles que trabalham duro “.

Pessoalmente, concordo com o Presidente 100% nesta área. Apesar das elevadas taxas agora pagas pelas empresas no país, um grande esforço está sendo feito como ele mesmo disse. Muita burocracia acaba retardando o desenvolvimento. Acho que nós, como brasileiros, sabemos muito bem.

Todas essas medidas são necessárias para continuar a expansão comercial. Com a queda de impostos e burocracia, os EUA vão trazer empresas que deixaram o país, além de atrair ainda mais investidores.

As mudanças que estão sendo feitas na atual situação tributária já melhoraram a taxa de crescimento do desenvolvimento de negócios que deve atingir 3% ao ano, e um boom novo e mais significativo é esperado nos próximos anos. A taxa de crescimento já ultrapassou muitas das porcentagens acumuladas nos últimos oito anos.

Aqui estão apenas algumas estatísticas da fitsmallbusiness.com que sustentam o programa do presidente:

A conclusão: “Empresários são os que mudam o mundo, uma solução e uma inovação por vez”.

Deve-se lembrar que o empreendedorismo é um fenômeno mundial. A GEN, Global Entrepreneurship Network, uma instituição criada em 2008 que este ano está comemorando sua 10ª edição, reúne empresários de todo o mundo para colocar suas idéias e ações em plataformas de projetos e em programas para facilitar a criação de um negócio.

Este tipo de iniciativa não só ajuda empresários, mas também pesquisadores, políticos, investidores e organizações de apoio. Isso cria um ambiente de criação de emprego, educação de pessoas e crescimento econômico fortalecido. Afinal, quem não quer aprender e, ao mesmo tempo, prosperar financeiramente?

ÚLTIMOS ARTIGOS

Brasil pode ganhar em disputa China-EUA, diz analista

Matéria originalmente publicada pelo jornal Valor Econômico  ENGLISH VERSION BELOW O presidente do Grupo Oxford, Carlo Barbieri, acredita que o Brasil pode aproveitar o período de retomada das negociações(...)

face linkedin twitter whatsapp

Retomada do investimento estrangeiro ‘depende de reformas’, diz economista

Matéria originalmente publicada pelo Jornal Poder 360   ENGLISH VERSION BELOW   A expectativa quanto ao sucesso do governo de Jair Bolsonaro em aprovar a reforma da Previdência não se restringe(...)

face linkedin twitter whatsapp

Sob pressão, EUA e China retomam negociações em Pequim visando acabar com guerra comercial

Matéria publicada originalmente na Revista Comex no Brasil ENGLISH VERSION BELOW Miami – Sob alerta de uma possível “tormenta” econômica mundial, anunciada pelo Fundo Monetário Mundial (FMI), a partir desta segunda-feira, em(...)

face linkedin twitter whatsapp