Uma nova linha de crédito será concedida às pequenas e microempresas e aos microempreendedores individuais (MEI) por meio da Caixa com apoio do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). O anúncio, feito na segunda-feira 20, promete a injeção de R$ 7,5 bilhões em crédito facilitado ao setor, afirmou Pedro Guimarães, presidente da Caixa. A linha será oferecida pela instituição com corte de 40% nas taxas de juros, e haverá garantia complementar feita pelo Sebrae. O empréstimo terá carência de 12 meses e pagamento em até 36 meses, de acordo com o tamanho da empresa. Segundo o economista Carlo Barbieri, presidente da consultoria Oxford Group, as medidas espelham estímulos para preservação do emprego das pequenas empresas, algo também adotado nos Estados Unidos. “A principal diferença é que lá toda empresa com até 500 funcionários pode pedir empréstimos suficientes para sustentar o negócio por dez semanas. Se comprovar que usou o recurso para pagar folha de empregados, aluguel e energia, o recurso vira uma doação”, diz. Isso no Brasil não cabe não só pela diferença de tamanho das economias, mas também pela situação das contas públicas de cada país.

REGULAÇÃO
Um banco péssimo

O Banco Central Europeu discute com a Comissão Europeia a criação de um banco para concentrar o crédito podre da zona do euro. O ‘banco ruim’ poderia remover bilhões de euros de dívidas tóxicas do balanço das instituições credoras. A estratégia é defendida dentro do BCE como forma de eliminar dívidas problemáticas remanescentes da grande crise anterior, de 2008. A preocupação dessas autoridades é somar a elas mais uma massa de empréstimos vencidos com os efeitos da pandemia. Isso teria o potencial de impactar a capacidade de concessão de crédito dos bancos em um momento tão crítico da economia.

TECNOLOGIA
Digitalização no BB e na B3

O Banco do Brasil colocou em operação uma central digital de câmbio para empresas. Por meio dela, os clientes podem fazer pagamentos de importações e enviar remessas financeiras ao exterior. Anteriormente, era preciso pedir a cotação, enviar documentação para a agência e ligar para a mesa de câmbio do banco. Já a B3 anunciou a digitalização do processo de pedido e de acompanhamento de ofertas de renda fixa. O projeto dará a possibilidade de envio de documentos e de acompanhamento de análise de ofertas de forma eletrônica por parte dos emissores de debêntures, CRIs, CRAs, letras financeiras, CDCA, notas comerciais e cotas de fundos fechados.

GOVERNANÇA
Klein deixa deixa conselho da Via Varejo

O empresário Michael Klein será substituído por seu filho Raphael Klein na presidência do conselho de administração da Via Varejo, segundo comunicado enviado pela empresa ao mercado. Ele não fará parte da chapa que deve ser apontada para novo mandato, na próxima reunião, marcada para o dia 4 de junho. Outra proposta está na diminuição do número de membros, de sete para cinco. Robert Fuchelberguer, presidente da companhia, também deve deixar o conselho, para se concentrar na gestão executiva dos negócios.

BOLSA
Daycoval cancela IPO

Depois de meses de planejamento para ter ações preferenciais comercializadas na B3, o banco Daycoval registrou o pedido de cancelamento do registro de oferta pública de distribuição primária e secundária dos seus papéis. O protocolo enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) foi motivado por “momentâneas condições desfavoráveis do mercado de capitais nacional e internacional”.

ENERGIA
Petrorio corta gastos e muda comandoa

Divulgação

Numa série de anúncios, a Petrorio informou na segunda-feira 20 que vai cortar gastos e adiar investimentos, por conta da crise que afeta o setor de petróleo. A empresa, porém, declarou que continua interessada em adquirir 30% da participação da Petrobras no campo do Frade, na Bacia de Campos (RJ). Além disso, Nelson Queiroz Tanure, filho do empresário e controlador da companhia, deixará a presidência da organização para assumir a presidência do conselho de administração. Roberto Monteiro assume a gestão das operações.

Abrir Whatsapp
Precisa de ajuda?
Olá,
Como posso ajudá-lo?
Powered by