PREÂMBULO

O grupo Oxford tem como dever a prática dos mais altos padrões de conduta profissional e ética em suas atividades múltiplas de consultoria empresarial.  Todos os funcionários, contratados, contratantes, associados e parceiros da Oxford estão cientes e voluntariamente comprometidos a pautarem seu comportamento pelos padrões aqui enunciados, sempre visando à construção, manutenção e ampliação de credibilidade perante os clientes que buscam seus serviços, na perspectiva da satisfação possível das partes envolvidas, nas múltiplas atividades de negócio que a Oxford gerencia, intermedia ou atua consultivamente.

Artigo 1

Nós cremos e nos comprometemos em desenvolver uma cultura organizacional baseada em valores nobres, tais como: honestidade, justiça, imparcialidade, veracidade e confiabilidade.

Artigo 2

Nós nos comprometemos com a prática desses valores, porque acreditamos que dessa forma conseguiremos atrair e manter parcerias confiáveis, satisfatórias e duradouras.

Artigo 3

Não temos nenhum interesse em atrair ou manter parcerias e clientes que não pautem suas ações pelos valores acima, ou abaixo, mencionados. O lucro nascido da fraude, por menor que seja, não nos cativa.

Artigo 4

A Oxford não se responsabiliza judicialmente por má conduta de quaisquer dos seus parceiros ou consultores independentes.

Artigo 5

A Oxford estabelece parcerias e/ou recomenda aos nossos clientes os serviços de advogados, contadores e consultores independentes e licenciados somente depois de criteriosa avaliação da competência técnica, experiência profissional e corretude moral, sempre visando a proteção de nossos clientes.

 Artigo 6

A Oxford não se responsabiliza judicialmente por quaisquer atos lesivos que  seus parceiros independentes venham a praticar. Contudo, reserva para si o direito e o dever de aplicar a devida disciplina nos termos deste código ética.

 

Preambulo eb5 florida usa abrir sua empres nos EUA Oxford USA SEO Ocricciano

PADRÕES DE CONDUTA

Os padrões de conduta aqui mencionados deverão ser aplicados em absolutamente todos os níveis de atuação da Oxford. Do estagiário ao funcionário mais graduado, até o parceiro mais distante, todos devem pautar suas atitudes por este código de ética, que não pretende ser opressivo, mas,  educativo, no sentido de busca incansável de comportamentos baseados em princípios e valores de excelência, tanto funcional quanto moral.

Nós, funcionários, associados e parceiros da Oxford, na perspectiva de manter o mais alto padrão ético em nossas ações profissionais, empresariais e, ou consultivas, pactuamos atuar a partir do seguinte fundamento, comprometendo-nos a:

Diante dos clientes

  1. Honrar as cores e filosofia da Oxford, atuando de maneira a manter e ampliar a credibilidade da empresa já conquistada no mercado
  1. Comunicar o problema às partes envolvidas, nos casos de conflito de interesse entre dois clientes, definindo a posição da Oxford que é de priorizar o cliente mais antigo.
  1. Manter e aplicar a consciência de que os clientes e todos os documentos ligados aos projetos que os envolvam, dados de contato, pesquisa, etc.,  são da Oxford e não do consultor, funcionário ou parceiro que com eles esteja profissionalmente envolvido. Em caso de afastamento dos quadros da Oxford, o profissional que se vai, não levará quaisquer dados relativos aos clientes, muito menos, tentará atrair os mesmos para seu novo ambiente de atuação profissional. Excessão a essa norma, somente será tolerada no ambiente das transações imobiliárias, em que a Oxford Realty reconhece que o cliente é do agente que o prospectou e consolidou.
  1. Não agir como intermediário, em benefício próprio ou de terceiros, em transações que envolvam o Grupo ou qualquer contato feito em nome da Oxford nos EUA.
  1. Não atuar, em qualquer nível ou função, em empresa externa que tenha serviços semelhantes, que tenha negócios ou esteja tentando fazer negócios com a Oxford nos EUA.
  1. Não utilizar em benefício próprio ou de terceiros, os contatos feitos com os clientes, contratantes, concorrentes, entidades de classe, enfim, qualquer pessoa ou empresa que tenha neócios, intenção de fazer negócios ou relacionar-se com o Grupo Oxford nos EUA.
  1. Tratar a todos com respeito e consideração, independente de posição social, religiosa, política, orientação sexual, etc.
  1. Atuar sempre buscando servir de maneira competente, solícita, generosa e gentil.
  1. Não compartilhar com os clientes, eventuais insatisfações com a Oxford. Entendemos que assuntos dessa natureza, mesmo quando realmente importantes, devem ser tratados no ambiente interno, nos termos desse códido de ética.
  1. Tratar como confidenciais todas as informações relacionadas aos clientes. Compartilhar tais informações fora do ambiente da Oxford, ou com pessoas não envolvidas no projeto em questão, é antiético e passivel de disciplina.
  1. Manusear, arquivar e dispor de todos os documentos envolvidos na condução dos projetos, tendo todo o cuidado possível para assegurar a confidencialidade absoluta, tanto dos clientes quanto das organizações que representam.

No ambiente de trabalho

  1. Respeitar e valorizar os colegas de trabalho, independente de raça, cor, religião, orientação sexual ou posição política. Entendemos que cada ser humano carrega uma dignidade intrínsica e merece, a priori, ser tratado com dignidade.
  1. Cooperar uns com os outros na perspectiva de que o sucesso individual depende inteiramente do sucesso coletivo. Colocar embaraços ao trabalho dos colegas e deixar de realizar a sua parte nos prazos acordados, sem justificativa coerente, é antiético e antiprofissional.
  1. Realizar o trabalho de maneira profissional, buscando sempre a excelência na prestação de serviços. Atuar de maneira negligente ameaça a credibilidade da equipe inteira e, por conseguinte, prejudica a  imagem da empresa.
  1. Tratar dos problemas e conflitos interpessoais junto aos superiores, quando não for possível resolver entre as partes, nunca formando grupos de  fococa e comentários ácidos que fragilizam o moral da equipe e desviam o time da atenção aos resultados.
  1. Limitar à amizade toda e qualquer expressão do afeto. Contato sexual, exploração e assédio é antiético. Atividade sexual é definida como, mas não limitada a, toda e qualquer forma de sedução por palavras, gestos ou comportamento. Assédio é definido como, mas não limitado a, todo e qualquer comentário inapropriado ou gesto demonstrado diretamente à pessoa ou realizado entre pares.
  1. Não deixar de realizar uma tarefa porque não é sua função direta. Para o bom funcionamento da Oxford é necessário que todos sejam responsáveis por todos no sentido de manter a dinâmica funcional da empresa. Exemplo: se a pessoa responsável pelo cafezinho não apareceu naquele dia, qualquer pessoa no escritório, desde que não atrapalhe seu serviço prioritário, pode e deve suprir essa falta.
  1. Ir além do esperado no cumprimento de suas atribuições, tomando iniciativa sem esperar indefinidamente que as ordens venham de cima para baixo, salvo quando advertido a esperar.
  1. Estimular a comunicação interprofissional.  Quando um cliente procurar nossos serviços profissionais e em nosso julgamento,  aquela solicitação puder ser melhor tratada por outro consultor da equipe, a comunicação interprofissional deve ser realizada sem demora.
  1. Aprimorar  nosso potencial de desempenho através de cursos e treinamentos externos ou aqueles realizados pela própria Oxford.

Na prestação de serviços

  1. Apresentar, promover e fazer propaganda de maneira que o público possa fazer escolhas claras com respeito aos produtos e serviços oferecidos pela Oxford.
  1. Anunciar  os serviços com integridade e clareza. Associados e consultores, previamente aprovados, devem se apresentar como profissionais da Oxford, cada um em seu nível de competência
  1. Jamais enganar as pessoas que procuram os serviços da Oxford, com respeito a  qualificações, certificações, formação acadêmica, cursos, treinamentos e áreas especificas de competencia.
  1. Entender que associados e consultores só podem usar as seguintes informações sobre si mesmos e sobre os serviços que prestam: nome e sobrenome, nível educacional, endereço da oxford, contatos profissionais, credenciais e licenças.
  1. Reconhecer como antiéticas e antiprofissionais, toda e qualquer afirmação ou propaganda que tenha as seguinte características:
  • Afirmações parcialmente verdadeiras e que sejam parcialmente transparentes;
  • Afirmações que podem se tornar verdadeiras, mas ainda não são;
  • Afirmações exageradas com respeito a si mesmo, bem como, sobre produtos e serviços oferecidos;
  • Afirmações que possam ser caracterizadas como “propaganda enganosa”.

PROCEDIMENTOS DISCIPLINARES

Os seguintes procedimentos são adotados pelo grupo Oxford, com respeito a reclamações do público, sobre violações a este código de ética:

  1. Reclamações sobre ações e comportamentos inadequados de funcionários e parceiros da Oxford devem ser feitas, preferencialmente,  por escrito e assinadas pelo reclamante. Dados como: endereço, telefone e e-mail devem ser acrescentados.
  1. Reclamações anônimas não serão aceitas.
  1. A reclamação deve apresentar fatos e não boatos, de preferência, com dados documentais
  1. Devem dizer respeito a violações desse código de ética e não de caráter privado, absolutamente pessoal
  1. A Oxford terá 15 dias para se pronunciar sobre a reclamação que julgar procedente
  1. O funcionário ou parceiro, sobre quem está a reclamação, deve prover integral e honesta colaboração no sentido de esclarecer e resolver o problema.
  1. Recusar contribuir para esclarecimentos e, ou resolução do problema, pode resultar em disciplina que pode ir desde uma advertência até a demissão, independente de ações cíveis ou criminais cabíveis.
  1. Um pedido de demissão, todavia, não será tomado como admissão de culpa.
  1. Uma vez afastado dos quadros da Oxford, por demissão voluntária ou involuntária, o ex-funcionário ou ex-parceiro, não deverá utilisar o nome da Oxford, em benefício próprio, para quaisquer atividades profissionais subsequentes, sem a expressa autorização da diretoria do grupo.
  1. A Oxford reserva o direito de estabelecer os rituais de disciplina que podem ir de uma simples advertência ou suspensão temporária, até o completo afastamento dos quadros da empresa, independente de ações cíveis ou criminais cabíveis

Os seguintes procedimentos são adotados pelo grupo Oxford com respeito a conflitos internos entre funcionários e, ou parceiros:

  1. Em caso de conflito entre dois funcionários ou parceiros, aquele que se sentir injustiçado deve, inicialmente, procurar o colega e tentar resolver a questão entre si mesmos.
  1. Pedir conselhos a terceiros é admissível, mas a fococa ou a orquestração de cumplicidade, contra  a pessoa em questão,  é  antiético e passível de disciplina.
  1. No caso de recusa da outra parte em resolver o problema, quem se sente ofendido deve procurar seu imediatamente superior ou, na ausência deste, a direção da empresa.
  1. Qualquer das partes que se recusar a cooperar para esclarecimentos ou resolução do conflito será  passível de disciplina .

NOTA

Ao aceitar fazer parte do corpo funcional, ou do time de parceiros da Oxford, a pessoa estará se submetendo integralmente a este código de ética. Assim, declara sem culpa o grupo Oxford, bem como, sua diretoria e gerências, com respeito a quaisquer ações de disciplina empregadas na correção de violações às normas aqui apresentadas.

Entre em contato e estudamos seu caso com a certeza do melhor resultado.