Materia escrita por Carlo Barbieri e publicada originalmente em ingles pelo Boca Raton Tribune https://www.bocaratontribune.com/bocaratonnews/2020/05/the-new-normal-is-better-than-the-old-normal/

O mundo mudou para sempre, após o vírus Covid 19

E, não adianta esperar pela volta dos velhos tempos e antigos empregos, seria de um irrealismo suicida.

O “novo normal” veio para ficar.

Mas, isso quer dizer que vamos ter dias necessariamente piores?

Definitivamente, não. Depende de nós, de cada um se remodelar.

Analisemos do ponto de vista dos trabalhos de escritório, realizados pelos famosos colarinhos brancos, como fica o “novo normal”.

Tudo pode ser melhor, com a meritocracia ganhando dimensões espetaculares e as empresas aumentando sua produtividade, diminuindo seus custos, aumentando sua eficiência, sua segurança e, remunerando melhor seus funcionários, em termos reais.

Peguemos o exemplo do sistema de segurança da ENETSEC, que a Oxford está implementando para seus clientes, criado para dar segurança aos ataques do Cyber crimes e agora ampliado para poder dar a oportunidade para as empresas aumentarem sua produtividade com seus colaboradores trabalhando em casa.

Para a empresa

Neste “novo normal” todos colaboradores terão os equipamentos, dados pela empresa, para seu trabalho a ser feito em casa, monitorados pelo sistema que identificará, entre outros, os seguintes aspectos:

  • O foco que está sendo dado ao trabalho;
  • A forma de comunicação com os colegas, demonstrando o trabalho em equipe;
  • Velocidade de atendimento das demandas de colegas;
  • Velocidade de atendimento das demandas de clientes;
  • Acuidade das informações prestadas aos colegas e clientes;
  • Transferência de dados sigilosos a terceiros;
  • Desvio de informações;
  • Cordialidade e respeito com colegas e clientes;
  • Identificação de ameaças internas;
  • Identificação de desvios de conduta e criação de mau ambiente de trabalho;

Seguiríamos por linhas e linhas estas vantagens, porém o importante é que o sistema vai dar à empresa um significativo aumento de produtividade, eficácia, e segurança, com aumento dos ganhos e maior competitividade.

Também diminuirá sensivelmente os custos, com menor área necessária de trabalho, menos gastos em limpeza, cafés etc., além das dispersões naturais num ambiente de trabalho.

Para o empregado

O “novo normal” será também melhor que o “velho normal”.

Qual o significado deste “novo normal” em termos práticos, para o empregado:

Mais tempo para si e a família porquê:

  • Não terá que se “preparar” para ir ao trabalho;
  • Não perderá tempo de transporte até a empresa.

Também será mais econômico, pois:

  • Não terá que investir em roupas, maquiagens, perfumes etc.;
  • Combustível ou transporte público;
  • Manutenção e outros custos, no caso do veículo próprio;

Vejamos uma tabela de uma funcionária media que trabalha em um escritório*

Gasolina  150,00
Roupa  140,00
Maquiagem  30,00
Cosméticos  20,00
Tintureiro   90,00
Comida 220,00
Total  650,00

*Estamos considerando uma cidade pequena como Boca Raton, onde o transporte consome pouco. Os valores podem variar em função da cidade, tipo de trabalho e outros elementos. Neste caso teríamos um aumento real do ganho de ¼ sobre o salário médio de um funcionário de escritório.

A meritocracia aflorará:

Não dependerá da simpatia dos chefes imediatos para sua avaliação;

Não dependerá de “simpatias” ou antipatias de colegas;

Os resultados de seu esforço e resultados aflorarão, naturalmente;

Ou seja, ganhará mais, de acordo com seu mérito e terá mais tempo para si e família 

Se  for necessário, haverá mais tempo, inclusive para uma ganho adicional em outra atividade

Conclusão:

Ora, há tempo queremos tudo isto, mas, agarrados aos padrões do “velho normal” temíamos as mudanças, tanto como empregadores como empregados.

A tecnologia está aí para ajudar esta passagem para que seja melhor ainda nosso mundo, basta conhecê-la e implementá-la

Definitivamente o “novo normal” deverá ser melhor do que o “velho normal”

Carlo Barbieri

Abrir Whatsapp
Precisa de ajuda?
Olá,
Como posso ajudá-lo?